Cada um por si e a Red Bull contra todos

A Red Bull fritar jovens pilotos não é bem uma novidade, mas até para os padrões de Helmut Marko a decisão de trocar Daniil Kvyat por Max Verstappen foi surpreendente. Agora, há algo a mais por trás dessa mudança?

Renan do Couto, de São Paulo

Já vimos e já comentamos várias vezes a respeito da alta cobrança que há dentro da Red Bull. Todavia, nenhum exemplo havia sido tão brutal quanto o desta quinta-feira. Daniil Kvyat não é mais piloto da Red Bull Racing, tendo sido rebaixado para a Toro Rosso. Max Verstappen sobe para o time principal a partir do GP da Espanha.

Christian Horner não falou muito a respeito de Kvyat, mas o recado ficou claro não só para ele: também para os que estão aí e os que virão depois.

E é para ninguém duvidar da Red Bull. Uma coisa seria falar em trocar de piloto no fim do ano, ou, de repente, daqui a uma ou duas corridas, dependendo do andar da carruagem. Outra é fazê-lo cinco dias depois do GP da Rússia.

 
Quer ler esta matéria na íntegra?