Repsol Honda

Dona de um currículo super vitorioso, a Honda não abre em 2016 em sua melhor forma. A RC213V agora tem o rótulo de a mais difícil. Ainda assim, Marc Márquez e Dani Pedrosa são talentosos o bastante

Juliana Tesser, de São Paulo

A Honda não precisa de apresentações na MotoGP. Dona de 21 títulos no Mundial de Construtores da classe rainha do Mundial de Motovelocidade, a marca da asa dourada é sempre uma favorita ao título, mas o cenário deste ano não é dos mais favoráveis.

Desde o ano passado, a Honda vem sofrendo com o excesso de potência do motor, um problema que não foi de todo resolvido ao longo da pré-temporada. A RC213V é hoje rotulada como a moto mais difícil do grid, mas Marc Márquez e Dani Pedrosa sempre encontram um jeitinho de domar o touro. Ainda assim, é a Yamaha quem abre o ano como favorita.

Sede: Asaka, Japão
Moto: RC213V
Principais dirigentes: Shuhei Nakamoto e Livio Suppo
Em 2015: 2ª nos Mundiais de Construtores e Equipes
Melhor resultado: 21 títulos do Mundial de Construtores (1966, 1983, 1984, 1985, 1989, 1992, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2001, 2002, 2003, 2004, 2006, 2011, 2012, 2013 e 2014)
Melhor tempo em Sepang: 2min00s843 (Marc Márquez, 5º)
Melhor tempo em Phillip Island: 1min29s158 (Marc Márquez, 2º)
Melhor tempo em Losail: 1min55s402 (Marc Márquez, 4º)

#93 Marc Márquez

 

Nascimento: 17 de fevereiro de 1993 – Cervera, Espanha (23 anos)
Carreira na MotoGP: 54 GPs
938 pontos
24 vitórias
30 poles
30 voltas mais rápidas
Melhor resultado: campeão da MotoGP em 2013 e 2014
Em 2015: 3º no Mundial de Pilotos

Marc Márquez já teve uma reputação melhor. Depois de assombrar o mundo do esporte a motor em suas duas primeiras temporadas da MotoGP, o espanhol abre 2016 sob suspeita. Acusado por Valentino Rossi de atuar em favor de Jorge Lorenzo na briga pelo título de 2015, o espanhol carrega essa sombra, mas se tem uma coisa que é indiscutível, é a qualidade do jovem de Cervera.

Ainda assim, Marc não tem mais a melhor moto grid e não é o único piloto talentoso do pedaço. Resta saber se a temporada 2015 foi o suficiente para ensinar ao espanhol que o tudo ou nada nem sempre é negócio na MotoGP.

#26 Dani Pedrosa 

 

Nascimento: 29 de setembro de 1985 - Sabadell, Espanha (30 anos)
166 GPs
2.488 pontos
28 vitórias
28 poles
41 voltas mais rápidas
Melhor resultado: 2º nos Mundiais de Pilotos de 2007, 2010 e 2012
Em 2015: 4º no Mundial de Pilotos

Dani Pedrosa é, definitivamente, um dos melhores pilotos do grid da MotoGP. Mas apesar do talento do espanhol de Sabadell, o sonho do título segue distante do #26. Ano passado, Dani viveu uma temporada dura e chegou a colocar a dúvida a sequência da carreira por conta da síndrome compartimental. Depois de perder três provas, precisou remar bastante para escalar a tabela, mas fez um fim de ano muito bom, especialmente após o GP de Aragão. 

Embora esteja sempre no rol dos potenciais, Pedrosa vai ter trabalho se quiser mais uma vez brigar pelo título. No último ao de seu contrato com a Honda, o espanhol tem de mostrar que ainda é um ativo valioso para o time.