Onde nascem os campeões

Reconhecida por sua qualidade no preparo de jovens pilotos, a Academia de Pilotos VR46 abriu suas portas na Itália e, em uma iniciativa da Yamaha, recebeu o brasileiro Renzo Ferreira para uma semana de treinos

Juliana Tesser, de São Paulo

O método de ensino da Academia de Pilotos VR46 pode não ser tão renomado ― e extremo ― como aquele criado por Constantin Stanislavski para as artes dramáticas, mas, certamente, tem sua funcionalidade, como atestam os bons resultados obtidos por seus integrantes no Mundial de Motovelocidade.

Criada em 2014 atender jovens pilotos italianos, a VR46 vem abrindo suas portas para estrangeiros graças a uma iniciativa da Yamaha, que em março de 2016 fechou uma parceria formal com a ‘instituição de ensino’ de Valentino Rossi. Pelo acordo, a casa de Iwata fornece as motos que são usadas pelos pilotos em seus treinamentos, enquanto o multicampeão abre as portas de seu Rancho e dispõe de seu pessoal para desenvolver jovens indicados pela marca dos três diapasões no chamado Master Camp.

“Originalmente, o programa começou com a ideia de que o único caminho pelo qual você pode realmente avançar em sua carreira esportiva, vindo de um país onde o motociclismo não é grande ou bem desenvolvido, é fazer um esforço para correr na Europa. A VR46 está baseada em Tavullia, na Itália, o terreno ideal de aprendizado para jovens pilotos”, explicou Lin Jarvis, diretor da Yamaha. 

Quer ler esta matéria na íntegra?