Da ciência à estética: a história de um logo

Uma solução que foi pensada como forma científica de dar estabilidade aos pés dos atletas que usavam calçados da Puma, se tornou um logo histórico da marca. É com as 'formstripes', criadas nos anos 1950, que se reconhece os produtos de Ferrari, Mercedes e Red Bull

Pedro Henrique Marum, do Rio de Janeiro

Qual a origem de um logo? Pode ser um desenho criado sob medida e tirado da cabeça de um designer. Pode ser algo imaginado por um executivo. Pode se tornar algo em movimento, como Leo, o Leão, marca histórica da MGM. No caso da PUMA, o surgimento das 'formstripes' - o esquema de logotipo com duas raias nas laterais dos calçados da marca - não teve absolutamente nada a ver com estética.

No futebol dos anos 1950, a PUMA ainda era uma novata quando fez o segundo grande lançamento internacional. A chuteira Super ATOM, lançada em 1952, era revolucionária. Foi a primeira chuteira da história com travas aparafusadas e acopladas ao solado, e além disso, apresentava as 'formstripes' laterais. Não se tratava de estética, mas de algo planejado para dar estabilidade no pé do jogador. 

Além da Super ATOM, a PUMA começou a utilizar as 'formstripes' de forma regular. As sapatilhas de atletismo e a Brasil, nova chuteira lançada visando o mercado da Copa do Mundo da Suíça, em 1954, também tinham as listras. O sucesso era claro, as listras faziam o público reconhecer os calçados da marca criada por Rudolf Dassler menos de dez anos antes. A marca se viu, então, numa sinuca de bico: como seria possível sacar um formato tão expressivo?

Quer comprar produtos Red Bull com a excelência da PUMA? Aqui é o lugar. 
O Speedcat, primeira vez que as 'formstripes' apareceram no esporte a motor
Puma

Para proposta de design, a PUMA resolveu oficializar o que era um logo não oficial. Junto com o logo de um puma vencendo obstáculos, a marca patenteou a 'formstripe' como um segundo logo. Até que, em 1958, o desenho das 'formstripes' passou a ser o que é visto em quase todos os calçados e peças de vestuário da marca. Foi com o novo 'formstripe' da Brasil - a chuteira - que o Brasil bateu a Suécia na final do Mundial e conquistou o primeiro título da competição.

Nos mais de 40 anos seguintes, a PUMA cresceu e manteve as 'formstripes' em todo o tipo de material. Cresceu mundialmente e fez parceria com alguns dos maiores atletas de todos os tempos. Pelé, Eusébio, Diego Armando Maradona e Johann Cruijff no futebol; Guillermo Villas, Björn Börg, Martina Navratilova e Serena Williams no tênis; Heike Drechsler, Merlene Ottey, Linford Christie e Colin Jackson no atletismo.

Gosta dos produtos Ferrari com a excelência da PUMA? Vem dar uma olhada de perto. 
Assim as 'formstripes' entraram na NBA
Puma

Até que, no final dos anos 1990, a PUMA resolveu entrar de cabeça no mundo do esporte a motor. Na F1, a sapatilha PUMA Speedcat passar a ser comercializada em 2001 e destaca as 'formstripes' laterais bem como o puma característico. E, a partir de 2004, uma parceria com a Ferrari mudou o patamar da criação e desenvolvimento da PUMA. As 'formstripes' passaram a aparecer em toda sorte de produtos Ferrari, desde luvas até sapatilhas. Juntas, ambas falam em desenvolver produtos "com design inovador e sem riscos ergonômicos, funcional e além de seu tempo".

As 'formstripes' passaram por ampliações nos últimos dez anos. Mercedes e Red Bull se tornaram parceiras na F1. Desta forma, todas as campeãs mundiais da década carregam produtos PUMA - faz quatro anos e meio desde que uma equipe diferente das três mencionadas ganhou uma corrida pela última vez. Todo o projeto de esporte a motor da BMW também carrega as 'formstripes', bem como a Penske, atual campeã da Indy. F1, DTM, F-E, Nascar, Indy - as 'formstripes' aparecem em todas elas. 

As listras da PUMA, portanto, podem até ter surgido como ciência, mas não foram descartadas quando a tecnologia subiu de patamar. Se tornaram uma marca, uma forma de reconhecimento e que hoje aparece mais do que nunca antes na história do esporte a motor.

Prefere os produtos Mercedes desenvolvidos em parceria com a PUMA? Dá uma olhada aqui. 
Hamilton para o alto
Mercedes

O conceito Forever Faster

 

A PUMA é uma das marcas líderes do mercado esportivo em design, desenvolvimento e comercialização de calçados, vestuário e acessórios que prezam pela inovação. O mantra #ForeverFaster é o posicionamento de marketing para lembrar as pessoas que a PUMA é e a marca esportiva mais rápida do mundo, sempre trazendo novos designs e tecnologias aos produtos.

Resultado de imagem para forever faster logo png

Desde os modelos mais antigos, até o de última geração: sempre as 'formstripes'
Puma